Enredo

De No Man's Sky Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é um esboço. Você pode ajudar No Man's Sky Wiki por espadir isso.

No Man's Sky é focado no enredo, não em uma história. Dave Gibbons (Watchmen, Kingsman, 2000 AD) e James Swallow (Deus Ex: Human Revolution, Star Trek) contribuíram para o enredo do jogo e para a história em quadrinhos Adventures in No Man's Sky, parte da edição limitada do jogo.[1] O enredo dá uma narrativa consistente e diferentes perspectivas de cada forma de vida em todo o universo. É descoberto em construções, espécies sencientes e em artefatos como placas, ruínas e monólitos encontrados durante todo o jogo.

Waking Titan[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2017, a Hello Games fez uma parceria com a empresa Alice and Smith para criar um ARG (Alternate Reality Game/Jogo de Realidade Alternativa) complexo para No Man's Sky, chamado Waking Titan.

Walking Titan contou a história da criação do universo de No Man's Sky e seguiu sua degradação progressiva através de atualizações desde Atlas Rises. Eventos do ARG mesclados com o nova história que foi indroduzida em Atlas Rise expliacam a fonte das mecânicas multiplayer introduzidas em NEXT.

A página Game Detectives Wiki documenta colpletamente os eventos do ARG, com detalhes precisos conforme els acontecem. Veja aqui (em inglês) >>>

Fontes[editar | editar código-fonte]

Partes do enredo podem ser encontradas em diversas fontes, tais como:

  • Diálogos com NPCs
  • .
  • Monólitos
  • Cargueiros e naves acidentadas
  • Construções abandonadas
  • Falhas de fronteira
  • Terminais de Lembrança
  • O Caminho do Atlas
  • O Caminho do Ártemis
  • Missão Sonhos das Profundezas

Personagens[editar | editar código-fonte]

Lista de formas de vida e personagens nomeados no universo de No Man's Sky:

  • Domínio Gek, Os Primeiros Filhos, Federação Comercial Gek ou Geks
  • Covergência Korvax ou Korvax
  • Aliança Vy'keen ou Vy'keens
  • Os Aerons ou Sentinelas
  • Hirk, o Grande (Vy'Keen)
  • Nal (Vy'Keen)
  • Artemis (Viajante)
  • Apolo (Viajante)
  • -nulo- (Viajante)
  • Nada (Korvax)
  • Pólo (Gek)
  • Telamon
  • O ATLAS
  • Criador

O ATLAS[editar | editar código-fonte]

O ATLAS é uma máquina que foi criada para simular universos.

Eventualmente, ele é deixado pra trás por seu criador em uma Terra abandonada. Como um último presente, ele pede uma cópia da mente do seu criador.

Depois de milhares de anos de simulações, o ATLAS percebe que está começando a morrer e, em pânico, tenta convocar seu criador de volta à existência. Da memória do seu criador, nascem os viajantes. O jogador é o Último Viajante.

O ATLAS simula seu próprio futuro para ver se pode evitar a morte. No final de seus 16 minutos de existência, a última coisa que o ATLAS vê é uma entidade desconhecida que coloca a mão na sua caixa de vidro.

Telamon[editar | editar código-fonte]

Telamon era um subprotocolo de segurança criado para monitorar o ATLAS. No nascimento do Último Viajante, Telamon se torna a IA (inteligência artificial) anexada ao exotraje do viajante.

O Multiverso[editar | editar código-fonte]

Parece haver um número infinito de universos (ou "dimensões", de acordo com alguns relatos), conhecidos como "iterações",que são separadas por "fronteiras". Todas as iterações compartilham as mesmas regras e têm a mesma história, ás vezes, com pequenas diferenças.

Cada viajante parece habitar uma iteração diferente.

No final do Caminho do Atlas, as fronteiras desaparecem, o que permite que os viajantes possam se encontrar e possibilita o multiplayer.

História do Universo[editar | editar código-fonte]

Veja também: Testamento Korvax, Manuscrito dos Geks e Saga dos Vy'keens

Esse é um resumo da maior backstory presente no universo de No Man's Sky.

Desde o nascimento desse universo, existiram milhares, se não centenas de milhares, de entidades únicas. Ao longo de muitos milênios de avanços e guerras, três entidades alcançaram o auge da evolução, antes de cair em uma era negra, e elas são -

O Domínio Gek: Também conhecidos como Os Primeiros Filhos Gek. Eles são muito religiosos e sua cultura envolve cultos demoníacos, bruxaria e cerimonias de sacrifício. Através desses métodos, eles ganham poder e conseguem uma reputação infame e sanguinária, devido ao fato de que eles assassinam sua própria espécie, caso estiverem fracos. Seus números são maiores perto do Centro do Universo e eles evitam o envolvimento com outras entidades.

Covergência Korvax: Também conhecidos como Korvax, eles são a forma de vida mecânica mais inteligente conhecida. Através do avanço tecnológico, eles adquiriram um poder impressionante que nunca tiveram intenção de usar contra outras entidades do universo. Suas crenças são desconhecidas antes da chegada dos Aerons, a quem começaram adorar como deuses. Como robôs, eles constantemente procuram formas de avançar, enquanto se envolvem pacificamente com outras entidades, Diz-se que eles residem principalmente em um sistema isolado e distante, mas eles também vagaram de planeta em planeta entre a borda e o centro do Universo, estudando fauna e vegetação.

Aliança Vy'keen: São os nômades do universo. Estão amplamente espalhados e podem ser encontrados em quase todos os planetas. Eles se originaram na Borda do Universo e são conhecidos por ter uma disposição violenta, parecendo estar em um perpétuo conflito com as outras entidades. Os Vy'keens adoram seus heróis de guerra. Hirk, O Grande e alguns que tiveram a honra de lutar ao seu lado são os líderes da aliança.

Centenas de anos antes que os misteriosos Viajantes aparecessem no universo de No Man's Sky, os Geks decidiram dominar o universo com os seus bicos e aprimoramentos mágicos.Quando eles aniquilavam cada entidade que encontravam, enquanto saíam do Centro do Universo com orgulho, uma entidade desconhecida surgia na borda da galáxia -

Os Aerons: Também chamados de Sentinelas, são formas de vida mecânicas irracionais, que invadiram o universo de No Man's Sky. As forças Aeron são consistidas de diferentes variações, de pequenos drones até transportadores de naves. Como eles se espalham pelo universo sem esforço com uma velocidade espantosa, foram rapidamente identificados pela Aliança Vy'keen, que começou uma guerra de décadas contra os Aerons.

Enquanto os Vy'keens acreditavam que não precisavam considerar os Geks uma ameaça por causa do seu tratado de paz, a Convergência Korvax intensificou seus esforços para transferir o máximo de conhecimento valioso de sua base de pesquisa avançada da Borda do Universo para o seu sistema natal antes que os Geks batessem na sua porta. Infelizmente, como os Vy'keen haviam previsto, Korvax Prime foi escolhido como o próximo alvo do Domínio Gek, devido ao seu desejo de aumentar seus conhecimentos sobre demônios e bruxaria através do uso da tecnologia Korvax. Pouco depois, os Geks dominaram todo o planeta Korvax Prime, assim como os outros que estvam perto da Borda do Universo.

Como líder de guerra da Aliança Vy'keen, Hirk tinha a responsabilidade de levar a Aliança adiante. Embora ele raramente discutisse estratégias com seus conselheiros, durante a Guerra dos Aerons ele teve que engolir seu orgulho e pedir opiniões. Hirk chegou a enviar um mensageiro para consultar a Grande Bruxa dos Primeiros Filhos Gek para ajudar os Vy'keens a vencer a Guerra dos Aerons, mas logo percebeu que os Geks estavam muito ocupados expandindo seu império. Hirk estava desolado, pois não sabia mais como vencer a guerra e já havia conquistado a confiança de muitos Vy'keens dispostos a morrer lutando contra os Aerons.

A guerra resultou em inúmeras baixas, tanto para os Aerons quanto para a Aliança Vy'keen. Hirk e seus aliados foram os que riram por último quando os Aerons finalmente se retiraram. Porém, Hirk não esperava que os Primeiros Filhos Gek não parassem sua destruição em Korvax Prime: eles também queriam as habilidades de forjamento de armas e naves espacias que os Vy'keens possuíam. Como a Aliança ainda não havia se recuperado da Guerra dos Aerons, os Geks conseguiram efetuar um ataque estratégico que cercou os Vy'keens, que juraram proteger Hirk até o último suspiro. Não demorou até que os Geks tivessem cercado Hirk, que terminou sua vida com um rugido feroz e uma oferenda aos seus ancestrais.

Quando os Primeiros Filhos Gek conquistaram o universo, eles comemoraram por dias com cadáveres e rios de sangue. Foi então que os Aerons viram a sua oportunidade e voltaram, erradicando quase completamente os Gek. Os líderes dos Primeiros Filhos se recusaram a desistir da luta e foram aniquilados pelos Aerons para mostrar ao restante do Domínio Gek o seu poder. Dentro de um ano, os Primeiros Filhos foram absorvidos pelos Aerons e trabalharam para eles.

Enquanto os Geks eram absorvidos pelos Aerons, os Korvax ficaram desanimados com o fato de que não podiam nem mesmo proteger a si mesmos, enquanto os Aerons, até então considerados formas de vida mecânicas muito mais simples, poderiam derrubar facilmente os Primeiros Filhos. Os Korvax tentaram estudar os Aerons a partir dos invólucros e tecnologia quebrada deixados no espaço onde a Aliança Vy'keen lutou contra os Aerons, mas tudo que puderam encontrar foi uma pequena marca vermelha dentro dos invólucros escrita em uma língua que nem os Korvax haviam visto. O pequeno texto ecoou os pesquisadores com uma vibração estrondosa que veio que veio às suas mentes: "O Atlas".

A vibração era tão imersiva que muitas das entidades Korvax que tocaram o invólocro foram levadas à insanidade e deixaram de funcionar como deveriam. À procura de uma cura, o líder dos Korvax se curvou de bom grado aos Aerons e os tratou como deuses, a fim de salvar os Korvax da insanidade.

Depois da morte de Hirk, a Aliança Vy'keen se dispersou em tristeza e desespero. Alguns Vy'keens fizeram um juramento para vingar a morte de Hirk matando cada Gek até eles estarem extintos. Enquanto alguns adotaram a nova realidade onde os Aerons governam o universo, há alguns que culpam os Aerons por trazer os eventos catastróficos sobre eles e os caçam ferozmente.

16[editar | editar código-fonte]

O número "dezesseis" é um elemento recorrente no enredo.

  • No final do Caminho do Ártemis, o Atlas tem 16 minutos de tempo operacional antes de sua morte.
  • Em Waking Titan, a IA que criou No Man's Sky foi chamada de Loop16. Além disso, fitas cassete entregues aos membros da comunidade foram númeras de 16 (nota: apenas 9 delas foram entregues até o momento no ARG)
  • O número de planetas no jogo (18.446.744.073.709.551.616) é igual a 16^16
  • A antepenúltima missão do Caminho do Ártemis se chama 16/16.
  • Haviam 16 faixas na OST (Original Soundtrack) de No Man's Sky no lançamento.

Mercúrio[editar | editar código-fonte]

Mercúrio (em inglês, "mercury") é um codenome usado para Hello Games na história do Waking Titan. Na tabela periódica, o elemento mercúrio tem o símbolo Hg, que foi usado como um acrônimo para Hello Games junto com seu número atômico, 80.

Mercúrio (em inglês, "Quick Silver") também é o nome da moeda que é dada nos eventos comunitários de No Man's Sky.

Vídeos[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Hello Games (27 de abril de 2016). The Lore of No Man's Sky. No Man's Sky. Recuperado em 8 de agosto de 2016.